A psicologia pode ser uma aliada do UX designer?


Em um primeiro momento, parece improvável relacionar as duas áreas. Mas a verdade é que, sim, elas têm a ver e podem ser complementares. Afinal, tanto o UX – que vem de Experiência do Usuário (User Experience) – quanto a psicologia trabalham, de diferentes formas, as pessoas e suas experiências.


Vamos entender, com exemplos práticos, conceitos da psicologia que podem ajudar o trabalho de um designer.


3 ideias da psicologia que apoiam a experiência do usuário


1. Nem toda experiência é igual


A escuta de um paciente que queixa de estresse, por exemplo, deve ser conduzida de uma maneira diferente de outro que queixa da mesma coisa. São vidas, contextos e históricos completamente distintos, afinal. O mesmo vale para o UX: considerar diferentes olhares e trabalhar a empatia é uma premissa extremamente importante para desenvolver uma interface de sucesso.


2. A distribuição correta do conteúdo é fundamental


O Efeito de Posição Serial é um fenômeno psicológico que descreve como o posicionamento de determinado item afeta a lembrança do usuário. A partir dele, derivam o Efeito Primacy e o Efeito Recency que indicam, respectivamente, que as pessoas tendem a se lembrar mais de elementos que veem no início e no fim de uma lista, por exemplo. Se levarmos isso para o UX, a dica é prática: posicione informações principais ou chamadas para ação na extrema esquerda e direita de sua interface.


3. Imagens e cores certas fazem a diferença


Oriunda da abordagem Gestalt, a percepção figura-fundo é outro conceito psicológico que pode ser precioso para uma experiência do usuário de sucesso. Ela indica que as pessoas tendem a buscar diferentes formas de distinguir a figura e o fundo – seja por borrões, contraste, tamanho ou separação. Ou seja, o seu botão com um convite para ação será identificado com mais facilidade se tiver uma cor que faça um bom contraste com o fundo, por exemplo.


Interessante olharmos por essa perspectiva, não é? Para ficar por dentro de mais conteúdos como esse, acompanhe a iestro nas redes sociais: estamos no Instagram e no LinkedIn.


0 visualização0 comentário