Produtividade tóxica: o mito de que é preciso estar sempre a serviço do trabalho


A produtividade tóxica é um comportamento que sempre esteve inserido no dia a dia corporativo, mas ganhou ainda mais relevância durante a pandemia da covid-19.


Uma vez que colaboradores começaram a trabalhar de casa, os empresários relataram um aumento de produtividade – que, claro, com o cenário pandêmico, tinha data de validade. E esse contexto, somado ao espetáculo da produtividade no LinkedIn, deu vazão para o cenário de dedicação e preocupação excessivas com o trabalho, negligenciando a saúde mental e momentos importantes de descanso.


Sabe o famoso “trabalhe enquanto eles dormem”? Pois é, esse é um exemplo sucinto do que é a produtividade tóxica. Por que você deveria deixar de dormir – algo fundamental para a sua saúde física e psíquica – para produzir mais resultados? Não faz sentido, simplesmente porque não funciona no longo prazo e as consequências podem ser desastrosas.


De acordo com um post sobre o assunto no blog da Revelo, há a sensação generalizada de que devemos sempre estar fazendo algo, ainda que as tarefas tenham sido concluídas. E se isso não acontece, logo aparece a culpa. “Uma pesquisa mostrou que 56% das pessoas encontram muita dificuldade ou dificuldade moderada para equilibrar as atividades profissionais e pessoais. Esse número foi maior ainda para pessoas com 25 anos ou menos: 82,6%. Se antes da pandemia, por conta de smartphones e laptops, as fronteiras entre tempo livre e trabalho já estavam borradas, o home office agravou o problema.”, pontua a publicação.


5 sinais de produtividade tóxica

  1. Sensação excessiva de culpa em relação ao trabalho

  2. Dificuldade de descansar sem se sentir culpado por ter um tempo ocioso;

  3. A troca de atividades de lazer por atividades profissionais;

  4. Ocupação da maior parte do tempo ligado ao celular ou ao computador, olhando coisas relacionadas ao trabalho.

  5. Horas extras excessivas, depois do expediente e aos fins de semana.


E por aí, como você se sente em relação a isso? Acha que é preciso rever seus hábitos ou os da sua empresa? Sempre é tempo!


Para ter acesso a mais conteúdos como esse, acompanhe a iestro nas redes sociais: estamos no LinkedIn e no Instagram.


7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo